sábado, 16 de abril de 2011

RESPOSTA DA REVISTA VEJA...AFF

Prezado leitor (a),

O departamento de Atendimento ao Leitor de VEJA recebeu seu e-mail.
Sua mensagem eletrônica será encaminhada para a pessoa que melhor poderá atendê-lo. Se sua carta é destinada à publicação na seção dos leitores, queremos adiantar que por uma questão de espaço nem toda a correspondência que recebemos é publicada. Qualquer comentário que ela contenha será encaminhado aos nossos editores para que eles tomem conhecimento de suas críticas e observações. Se o objetivo de sua carta é outro, por favor, aguarde uma resposta posterior.
Agradecemos o interesse por VEJA e esperamos atendê-lo o mais rápido possível.

Atenciosamente,

Atendimento ao Leitor
Revista VEJA

terça-feira, 12 de abril de 2011

OLHEM QUE ABSURDO!!!! NÃO A CENSURA... SAIU NO CORREIO DO BRASIL

Censura: grupo militar quer proibir novela
12/4/2011 16:10, 
Vocês acreditam que um grupo de militares, através de um portal militar, fez circular um abaixo assinado pedindo a retirada do ar da novela “Amor e Revolução”, apresentada às 22h pelo SBT? Recorreram até ao Ministério Público Federal (MPF) solicitando que seja proibido o folhetim, o 1º na história da teledramaturgia brasileira a abordar claramente, sem qualquer disfarce, o golpe e a ditadura pós-64.
No texto, os autores do abaixo-assinado afirmam ser “óbvio que o governo federal através da comissão da verdade, recém criada, está participando do acordo em exibir a novela Amor e Revolução no SBT. Parece-nos que se trata de um acordo firmado com o empresário Silvio Santos, visando o saneamento do Banco Panamericano do próprio empresário.”
Quer dizer, a turma, em matéria de truculência e saudades da censura ganha nota 10. Já em termos de informação, nota zero, porque a Comissão da Verdade, “recém-criada” dizem eles, ainda não foi criada. O projeto está no Congresso Nacional, mas não foi aprovado exatamente pela resistência de setores militares como estes, o que leva o governo a aparar as arestas para conseguir sua aprovação.
Comissão da Verdade ainda não está aprovada
“As forças armadas – prosseguem os autores – não devem permitir, dentro da legalidade, que tal novela seja exibida, pelos motivos óbvios abaixo declarados. Convém salientar que as forças armadas já se manifestaram negativamente a respeito da novela ‘Amor e Revolução’”.
“Sendo assim – concluem -, o efetivo das forças armadas, tanto da ativa como inativos e pensionistas, vêm respeitosamente através desse abaixo-assinado, como um instrumento democrático, solicitar do digno Ministério Público Federal, providências em defesa da normalidade constitucional, haja vista o cumprimento da lei de anistia existente, conforme já decidiu o Supremo Tribunal Federal”.
Pretensão achar-se representante do conjunto “das forças armadas, tanto da ativa como inativos e pensionistas”! E a novela não desrespeita a Lei da Anistia. Desrespeito às leis é querer proibir ou censurar uma novela quando a própria Constituição assegura o respeito pleno a liberdade e proíbe a censura .

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Mandamos nossa indignação sobre a edição especial desta semana da revista VEJA

É um absurdo a revista publicar uma edição especial dando destaque para um assassino covarde e dedicar apenas uma página ao herói desta história, o Sgt. Alves. Vocês colocaram o assassino em evidência, quando quem realmente merece destaque é o herói Sgt. Alves!!! Fica aqui nossa indignação e a partir de hoje não compraremos uma só edição de sua revista. TEMOS QUE APRENDER A VALORIZAR NOSSOS HERÓIS E NÃO DAR IBOPE AOS ASSASSINOS. www.cadeirantesemacao.blogspot.com CADEIRANTES EM AÇÃO