sábado, 16 de julho de 2011

FLAGRA DO DIA - Brasília-DF,O6 julho de 2011 no MC DONALD`S DA 404/405 SUL

Tinha tudo pra ser mais um dia produtivo e cansativo de trabalho com um lanchinho no fim da tarde para relaxar. Meu marido e eu resolvemos dar uma passada no MC Donald’s pra comer algo bem rápido e prático, mas...
Fizemos nosso pedido tranquilamente e ao chegarmos ao último guichê (onde recebemos o lanche) ficamos surpresos ao constatar que havia um carro parado não na vaga especial, mas na área “listrada” que é reservada para o Pessoa com Deficiência colocar a cadeira de rodas para descer do carro. Como de costume, fizemos nosso trabalho: fotografamos e imediatamente o carro saiu da vaga, foi quando meu marido disse ao motorista que ali era vaga para deficiente físico.
O motorista, um jovem que estava com a namorada, respondeu que só havia parado ali, pois o próprio funcionário do MC Donald`s havia pedido enquanto ele aguardasse o lanche ficar pronto. Foi aí que tudo começou....
Imediatamente após retirar o veículo, que estava parado em local proibido, o jovem deu a volta no estacionamento e parou o carro em alguma vaga que encontrou e retornou ao MC Donald`s para tirar satisfação com o gerente. Como a vaga fica em frente à porta de entrada, pudemos ver o jovem conversando com o gerente e em seguida os dois vieram em direção ao nosso carro. O jovem parecia bem envergonhado e chateado com a situação e muito educadamente pediu várias desculpas e explicou que só parou ali porque o funcionário pediu e que ele já estava esperando o lanche “fast-food” há 35 minutos...PASMEM! O jovem disse também que estava se sentindo muito mal em ficar ali estacionado e mais uma vez pediu mil desculpas. Até entendemos, ele realmente estava muito sem graça e a namorada também, e explicamos sobre o nosso projeto que denuncia esses absurdos.
Eu informei ao jovem que realmente o Mc Donald’s tinha essa mania “cretina” de solicitar aos motoristas que parem nas vagas especiais enquanto aguardam seus lanches ficarem prontos. Uma vez falaram isso para mim e falei que de forma alguma eu iria parar na vaga especial sem o meu marido que usa cadeira de rodas.
Nisso o gerente estava ao lado do jovem só escutando quando de repente falou que eles realmente faziam isso e foi quando começou o bate boca. Disse que ali era estacionamento do Mc Donald’s e que não havia problema algum.
Eu rapidamente informei ao gerente que ali era área pública e que eles deveriam respeitar as vagas destinadas as Pessoas com Deficiência. Mas o gerente logo afirmou que todo aquele estacionamento era deles, que eles tinham comprado e tal, ou seja, pagou, faz o que bem quer e danem-se as leis e o respeito!! Eu fiquei indignada!!
Meu marido, como não poderia deixar barato, logo deu uma no gerente mandando que ele nos retirasse dali, uma vez que o estacionamento era todo deles e informou, ainda, que se quiséssemos poderíamos deixar nosso carro parado ali por vinte dias e que ninguém poderia encostar “um dedo” em nosso carro, pois estava devidamente identificado com o adesivo de deficiente. O gerente ficou todo sem graça, mas continuou afirmando que tudo ali, uma área enorme onde tem também uma loja de sapatos, era propriedade do Mc Donald’s.
Ora, se puderem observar na foto, dá pra ver que toda a área é aberta e que se realmente tudo aquilo fosse do Mc Donald’s eles já teriam fechado há muito tempo. Até porque à noite podemos encontrar uma aglomeração de adultos e crianças de rua pedindo comida. Mesmo quando estamos nos guichê de atendimento do “drive-thru” tem sempre algum morador de rua pedindo comida e às vezes desacatando os motoristas.
O mais interessante é que uma vez eu questionei o funcionário sobre providências que eles deveriam tomar sobre isso e fui informada que não poderiam fazer nada, pois ali era área pública! COMO ASSIM? MAS ELES NÃO SÃO DONOS DE TUDO? Bem estranho...
Final história: o jovem casal foi embora muito envergonhado com o ocorrido mas, tranquilos por termos entendido a sua explicação e prometido que não postaríamos a foto do carro deles, o gerente foi embora, depois de encher o peito pra dizer que tudo aquilo era do MC Donald’s, ou seja, poderiam fazer o que quisessem inclusive desrespeitar o direito dos outros.
E nós conseguimos essa história fantástica e mais um flagra!




2 comentários:

Papai do Rafa disse...

A atitude do rapaz foi educada e tudo mais. Mais ele viu q a vaga era reservada e ñ podia parar ali !!! Ñ e pq manda vc roubar q vc vai roubar, concorda ???
Ontem estava saindo do Extra Supermercado qdo vi uma carro parar na vaga de deficiente para minha surpresa saiu do carro dois casais de jovem sem nenhuma deficiência " Só a Ignorância ".
Eu me dirigi a eles e avisa q a vaga era para cadeirantes .... O moça q esta dirigindo se alterou falou varios palavrões, e queria de qqer forma brigar comigo ... Como a discussão foi longa foi resumir a historia.
Que acabou com ela tirando o carro da vaga de cadeirantes.
Como sempre falo.... O POVO brasileiro precisa ter mais Educação, Respeito e Amor ao próximo !!!

Cadeirantes em Ação disse...

é verdade... estão muito tranquilos com a impunidade... virou rotina a falta de educação!!